• VIP TAXI teresina
  • bbrock
  • assinatura jornal
Pelo Piauí

Projeto Viva o Semiárido capacita consultores

Projeto Viva o Semiárido capacita consultores

19/04/2017 09:58h

Mais um passo importante para a implementação do Projeto Viva o Semiárido (PVSA) no Piauí ocorre de 17 a 21 de abril. Consultores em Educação contextualizada para convivência com o Semiárido participam de formação ofertada pela Secretaria de Estado da Educação (Seduc). A secretária da Educação, Rejane Dias, participou do evento na manhã desta terça-feira (18).

O projeto possui três componentes e um deles é o de desenvolvimento social e humano, que abrange empreendedorismo e educação. De acordo com a coordenadora de Educação no Campo da Seduc, Miriam Medeiros, a secretaria é a co-executora de parte das ações do projeto, no subcomponente Educação Contextualizada para convivência com o Semiárido.

"Estamos recebendo os consultores para desenvolver um conjunto de ações como formação de professores, reestruturação de projetos político-pedagógicos e implementação de projetos produtivos nas escolas", afirma Miriam, enfatizando que a Seduc conseguiu dar mais significado à educação quando é feita de modo contextualizado, quando você olha a realidade em que a escola está inserida, como a vida é produzida e organizada e como se vive a cultura local", completa.

O PVSA tem como objetivo geral contribuir para a redução da pobreza e dos níveis de extrema pobreza da população rural do semiárido piauiense por meio do incremento das atividades produtivas predominantes e do fortalecimento organizacional dos produtores rurais.

A meta do projeto é formar 1.500 professores de 100 escolas, localizadas em cinco territórios do Piauí: Vale do Sambito, Vale do Rio Guaribas, Vale do Rio Canindé, Serra da Capivara e Vale do Rio Itaim.

"Nesses cinco territórios trabalhamos com 50 municípios. Fora os 1.500 professores, atingiremos cerca de 20 mil alunos. Quando a escola tem significado para a população, não há espaço para a evasão ou falta de interesse. A educação contextualizada tem esse papel de fazer o diálogo com a realidade exterior da escola, para que não haja diferença entre escola e comunidade", garante a secretária Rejane Dias.

Fonte: Ccom

Deixe seu comentário