• Patrimônio 10/17
  • Unimed
  • assinatura jornal

Notícias Habitar

29 de agosto de 2015

“Maridos de Aluguel” socorrem quem precisa fazer pequenos reparos

Esses profissionais possuem formação e experiência em diversas atividades, como pitura, serviços hidráulicos e outros, sempre necessários em casa.

Trocar uma lâmpada, montar armário, instalar ar condicionado, pintar paredes. Essas e outras situações são bem comuns no ambiente doméstico, mas que nem sempre o morador consegue solucionar. De olho nessa demanda, pequenas empresas, e grandes franquias, passaram a oferecer serviços de reparos em casas e apartamentos.

Os profissionais que prestam esse tipo de atendimento ficaram conhecidos pelo termo “Marido de Aluguel”. Eles possuem formação e experiência em atividades de pintura, serviços hidráulicos e elétricos, e atendem quem precisa de um reparo emergencial em casa, estando sempre disponíveis. O preço varia de acordo com o tipo de serviço.

Em Teresina, algumas empresas se especializaram nesse tipo de serviço. É o caso de Francisco Cardoso, que atuou durante mais de 20 anos como mestre de obras em uma construtora. Após economizar por alguns anos, ele resolveu investir no próprio negócio.

“É um serviço que sempre vai ser necessário, e dificilmente vai sofrer as consequências da crise que atinge o setor da construção civil. Muita gente não consegue ou não tem tempo de fazer esses pequenos reparos”, relata.

A empresa de Francisco tem pouco mais de um ano no mercado, mas, segundo ele, os resultados já são significativos. “Já temos alguns clientes cativos, que sempre nos procuram para realizar reparos e consertos em suas casas. A expectativa é que a demanda cresça ainda mais”, comenta o empresário.

Concorrendo com os pequenos empresários do ramo, em Teresina também chegam as grandes franquias especializadas em reparos domésticos. Somente no primeiro semestre de 2015 quatro novas, foram instaladas na capital.

Foto: Internet

09 de julho de 2013

Ambientes cheios de elegância na Casa Cor São Paulo

O tema escolhido foi 'Morar Bem'; Confira as fotos dos melhores espaços do evento

A 27ª edição da Casa Cor São Paulo vai até o dia 21 de julho e apresenta ao público 77 ambientes cheios de elegância e requinte. O tema escolhido foi "Morar Bem". Confira as fotos dos melhores espaços do evento.

Uma atmosfera aconchegante e contemporânea. Foram priorizadas as cores neutras e uso de materiais naturais, como o couro na cabeceira da cama e mesa de madeira de demolição na sala. No piso, o prático e elegante limestone.

Uma morada para um jovem urbano, culto e antenado. Uma definição apropriada devido às  cores e a mistura dos estilos clássico e contemporâneo. Na sala, o sofá vermelho  contracena com as gravuras concretistas emolduradas.


Um ambiente pensado para colecionadores. Um local aconchegante onde o proprietário pode mostrar suas coleções e reunir seus amigos.


A proposta deste projeto  foi abordar o essencial, ideal para quem exige praticidade. Peças de design valorizam o ambiente e, aqui e acolá, dão um perfume retrô, como as poltronas e a mesa de centro.


Inspirado pela animação Monstros S.A., espaço ganhou uma decoração supercolorida e prática. Utilizando-se de móveis em madeiras MDF, automação e uma exclusiva luminária, trata-se de um ambiente agradável e acolhedor.


Com o hábito de levar trabalho para casa se tornando cada vez mais comum entre profissionais de vários nichos, esse ambiente foi pensado justamente para unir o lazer ao labor durante os finais de semana.


Setorizado entre espaço gourmet, canto de leitura e bate-papo, além de área para estudos e arquivo de documentos, o  espaço ganha uma atmosfera informal promovida pelos tons de branco e azul.

21 de junho de 2013

Festa junina feita em casa

O mês de junho ainda não acabou, e tampouco as festas juninas. Que tal fazer um arraiá dentro de casa?

O mês de junho ainda não acabou, e tampouco as festas juninas. Que tal fazer um arraiá dentro de casa? Seja para um aniversário ou uma confraternização para reunir os amigos e a família, a decoração junina traz alegria e a descontração para a residência. Já que todos estarão vestidos a caráter, é importante deixar todos os ambientes de acordo com a temática da festa. Além disso, é possível fugir das convencionais bandeirolas de papel e surpreender os convidados com uma ambientação super divertida.

Deixe o clima junino entrar com tudo na casa montando uma mesa farta com delícias típicas. A toalha deixa os pés do cavalete à mostra para dar um efeito legal. O lampião de vidro tem flores colhidas no jardim e o varal é feito com retalhos de tecidos.

As bandeirinhas são as que mais nomeiam esse dia, por isso aposte nas bandeiras diferentes, com cores diversas para poder deixar o ambiente em clima alegre. Procure entrelaçar dentro e fora de casa, e para poder fazer uma festa mais livre, use o quintal, colocando as típicas bandeirinhas por todos os lados. Em uma festa junina moderna troque as bandeirolas por um varal de sisal com retalhos de tecidos. As tiras podem ser presas com cola ou com simples pregadores de madeira

O quentão no bule de ágata, as cachaças e os refrigerantes ficam descontraídos em caixotes de feira livre decorados com tiras de tecidos e pregadores

Outra opção para substituir as tradicionais bandeirolas de papel de seda, são pompons de forminhas coloridas para brigadeiro. Basta fixar o fundo das formas em uma bola de isopor com alfinetes. Depois de tudo pronto, grude um fio de lã nas bolas com cola quente e pendure-as.

Se a festa for à tardinha, ilumine o ambiente com um toque inusitado: uma luminária-móbile feita de luzinhas pisca-pisca e cúpulas de formas de cupcake. Faça um pequeno corte em "x" no fundo da forminha e passe o bico de luz por ele

17 de junho de 2013

14 de junho de 2013

Retrô em alta

Móveis antigos etornaram triunfantes, mais variados do que nunca e transbordando estilo

Os móveis que possuem pés palito apareceram pela primeira vez nos anos 1950, década que viveu o crescimento da economia e consumismo, e foram inspirados nos sonhos das viagens espaciais. Os cantos abaulados de algumas linhas, as cores suaves da fórmica e os pés ficando mais finos em direção ao chão, davam ao comprador a impressão de estar levando o futuro para casa. Com o resgate da moda retrô, eles retornaram triunfantes no desenho de móveis mais variados do que nunca e transbordando estilo.

O armário peça única é em madeira imbuia pintada e conservado em seu estado original. Na cor azul, os pezinhos do armário são palito, o que deixa a peça de acabamento rústico mais moderninha

A cômoda de 1950 em madeira caviúna tem os pés palito e a moldura de baixo ebanizados. Com três gavetas grandes e duas pequenas na parte superior, a chapa de madeira tem desenhos muito comuns da década de 50





A Poltrona Madalena é fabricada em madeira de reflorestamento. Apesar do design anguloso e estofado colorido, os pés palito se destacam e deixam a poltrona super despojada











Os pés palito são a atração dessa mesa da década de 50 porque se fundem com a base que sustenta o tampo de vidro.








O buffet que parece mobília da casas dos Jetsons foi desenhado pelo artista concretista Antonio Maluf, na década de 60. Cheio de ângulos e pontas, os pés palitos complementam o design.

13 de maio de 2013

Cozinha para refeições casuais

Espaços convidativos para as refeições da família casuais podem trazer tanto o estilo como a conveniência para a mesa

Seja para refeições rápidas ou para até mesmo algumas mais elaboradas, comer na cozinha pode ser algo divertido e bastante prazeroso. Espaços convidativos para as refeições da família casuais podem trazer tanto o estilo como a conveniência para a mesa.

No centro da cozinha, a mesa de carvalho dialoga com a atmosfera clássica do ambiente. O par de bancos oferece assento comum.

Esta casa moderna e marcada por linhas retas ganhou na cozinha que aposta numa paleta de cores em tons pasteis e suaves.

O banco estofado já confere o tom de aconchego ao espaço e, junto aos arranjos e cadeiras laterais, dão cor à base neutra e relaxante da cozinha.

Pensando nos pequenos, a cozinha deste apartamento ganhou um recanto azul e branco para qualquer refeição, ideal para a criançada ter ainda mais prazer enquanto se alimentam.

Uma cozinha divertida das cadeiras ao papel de parede e a fotografia emoldurada. Em contraste, a mesa em tons de cinza conferem a sobriedade necessária ao espaço.

Na cozinhadeste apartamento, a mesa Ã© ladeada porum parmisto decadeiras modernas. O tecido da cortina da janelaimprime elegância ao ambiente.

Leveza parece ter sido a palavra de ordem na concepção do projeto desta cozinha. A mesa de madeira ao lado da grande janela proporciona uma agradável integração com área externa durante a refeição.

16 de outubro de 2012

Decoração para varanda exige escolha adequada de móveis

Decoração para varanda exige escolha adequada de móveis

A varanda de apartamento é um espaço que precisa ser compacto e aconchegante, capaz de oferecer conforto e tranquilidade que os moradores tanto necessitam. Há várias formas de decorar esse ambiente residencial, mas antes de tudo é necessário eleger um estilo, reconhecer as dimensões disponíveis e elaborar um planejamento.

A arquiteta Adélia Ibiapina ressalta que as varandas mais amplas estão sendo cada vez mais visadas para apartamento, e acabam se transformando em verdadeiras áreas de lazer. Algumas residências ainda conservam a varandinha discreta exclusiva para relaxar, enquanto outras são mais ousadas e apostam na integração de ambientes como recurso de ampliação. "Um cliente me pediu que a varanda de sua casa fosse um local de convivência de toda a família. Nela, colocamos uma mesa de jantar e hoje praticamente todas as refeições acontecem nesse ambiente", conta.

Projeto da arquiteta Adélia Ibiapina tornou a varanda um espaço de convivência de toda a família.

A decoração de uma varanda de apartamento necessita de uma estética viável e funcionalidade quanto à estrutura. Basicamente a decoração valoriza o revestimento, móveis e objetos decorativos, sempre se preocupando com a harmonia de todos os elementos. Em espaços pequenos não dá para exagerar na quantidade de móveis ou estampas, isso costuma sobrecarregar o ambiente. Já áreas mais espaçosas, os moradores contam com maiores possibilidades de inovar e dar forma a um cômodo totalmente flexível.

Os apartamentos modernos e que reconhecem as tendências de decoração exibem varandas confortáveis, aconchegantes e receptivas. O revestimento da área pode ser beneficiado pelo paisagismo ou adotar uma pintura discreta, bem minimista. Quanto aos móveis, eles devem ser escolhidos considerando sempre as necessidades da acomodação para descansar.

Para varandas voltadas para o poente, Adélia destaca que, para o clima de Teresina, os móveis devem ter material especial que ofereça resistência ao intenso calor do sol e também nos casos de chuvas fortes. "Na nossa cidade, em muitas varandas os moradores costuma recolher os móveis em determinadas horas do dia, retira-se as almofadas, cobre-se as cadeiras, quadros desbotam", pontua.

Nesses casos, a arquiteta aconselha utilizar placas de vidro, que oferece a opção de fechar a varanda e utilizar persianas ou cortinas - sempre com a opção de serem abertas e garantir frescor e circulação de ar. "Com a varanda fechada, os móveis podem ser dos mesmos usados no interior da residência e esse espaço acaba se tornando uma verdadeira extensão da sala de estar", explica.

Outro artifício lembrado por Adélia que auxilia no conforto térmico para a realidade dos teresinenses, é o uso de plantas nas varandas, algo citado por ela como imprescindível. "Além de tornar o lugar super charmoso, pode ser uma barreira solar muito eficiente. Independente de a varanda ser fechada ou aberta, o uso de plantas confere mais frescor e beleza", pontua.

Cada detalhe da varanda deve ser planejada com cuidado para não prejudicar o visual, uma peça decorativa que seja inserida sem familiaridade com o contexto pode prejudicar todo o projeto. Portanto, deve-se ficar atendo a combinação de cores, traços e materiais.

Para transmitir naturalidade quanto ao visual da varanda, vale a pena apostar nos quadros vivos como acabamento das paredes. O uso de peças de madeira para revestir também costuma criar uma aparência sofisticada no lugar. O toque de aconchego fica por conta dos móveis, tais como namoradeiras, poltronas estofadas, cadeiras estofadas e sofás. Tudo é válido para criar um ambiente de descanso agradável.

Os móveis de fibra sintética correspondem a uma das melhores sugestões de mobília para varanda, sendo as peças confortáveis e sofisticadas. Os sofás e poltronas de vime, por exemplo, combinam perfeitamente com a proposta de acolhimento e tranqüilidade de uma varanda, se adaptando a áreas grandes e pequenas. Para acrescentar um pouco de cor no cômodo, aposte nos acessórios, como é o caso das almofadas estampadas.

Os móveis para varandas pequenas não podem sobrecarregar o espaço, tudo deve ser inserido na decoração de forma contida e o projeto deve adotar a simplicidade como principal elemento de elegância. Em áreas com espaço restrito é recomendado o uso da mobília básica, sem muito rebuscamento, como mesas redondas de apoio e pequenas poltronas.

29 de setembro de 2012

Design Shop traz tendências da decoração e arquitetura

Design Shop traz tendências da decoração e arquitetura

Teve início na última terça-feira (25) a Design Shop, feira de construção e design que acontece no Teresina Shopping visando conduzir os lojistas no processo de construção dos seus empreendimentos, além de expor aos amantes da arquitetura e da decoração um leque de tendências e opções que também podem deixar qualquer casa com um visual moderno, indo do conceito mais requintado ao despojado.

Vidro, revestimento, pintura, iluminação e mobiliário são alguns dos segmentos com representantes na feira. Ao todo, são mais de 40 estandes com expositores dos mais diversos setores.

Ao longo da programação, a Design Shop também promove palestras conduzidas por profissionais renomados da área, abordando temas relacionados à construção em shoppings, além de mostrar algumas das próximas tendências para 2013/2014, como cores vivas e grafismos. A Habitar foi conferir de perto as tendências apresentadas na Design Shop; confira as fotos.

Fotos: Yako Guerra

Usando a criatividade, tintas podem apresentar diversos efeitos. Na foto, as tonalidades e as aplicações imitam a textura do mármore, da palha, do jeans lavado e do linho. O resultado final é surpreendente!

Os tradicionais combogós ganham formatos mais arrojados e descontraídos. Cofeccionadas em louça, o arquiteto Felipe Castelo Branco explica que as peças deixam de ter função apenas estrutural para levar mais cor ao ambiente.

As louças de banheiros e lavabos também fogem do convencional, com ângulos mais modernos e sofisticados, conforme assinala a arquiteta Cecília Sousa. Neste caso, a peça traz imagens de pontos turísticos de diversos países, aspecto que confere mais descontração ao espaço.

A variedade de revestimentos está presente em diversos estantes da feira. Como exemplo de criatividade e reaproveitamento de materiais, está o uso de pregadores de roupa e cabos de vassoura. A textura alcançada pode imprimir a combinação rusticidade-requiente a qualquer ambiente.

O revestimento ruginne nunca sai de moda. Essas pedras são do município de Pedro II e devido a sua beleza e por não ser uma pedra fria, não são indicadas para pisos, apenas para revestimentos. As peças estão disponíveis em diversas tonalidades, das mais escuras, como o marrom, a cores mais amenas, como o rosa claro

Para quem ainda não foi à exposição, o acesso ao espaço se dá pelo túnel de entrada do shopping próximo ao Hiper Bompreço. A Design Shop encerra hoje às 22h.

04 de setembro de 2012

Luminárias e abajures podem criar cenários na decoração

Luminárias e abajures podem criar cenários na decoração

A iluminação pode modificar totalmente o clima de um ambiente. Abajures e luminárias são os complementos perfeitos para salas e quartos e servem como um tipo de iluminação indireta, o que dá um clima aconchegante ao espaço. As opções são variadas e podemos passear por estilos clássico, romântico e moderno.

De acordo com a arquiteta Juliana Almeida, a iluminação cria cenários, logo, é importante que se tenha uma luminária de acordo com a proposta da ambientação. "O abajur proporciona uma iluminação intimista, menos focada, cria um clima para leitura e é um acessório que complementa a decoração", destaca.

Mas não apenas para tornar um ambiente charmoso que existem as luminárias. Além da forte característica decorativa, esses objetos também podem ser bastante funcionais, sendo utilizados em mesas de escritórios ou também no quarto ou sala.

Outra dica da arquiteta é o uso de luminárias com lâmpadas dimerizadas, com controle da luminosidade, ideal para tornar um ambiente ainda mais intimista e em alguns casos especiais, como pessoas doentes ou que precisem de uma luz ambiente específica.

Dicas

Não existem muitas restrições quanto ao uso de abajures e luminárias na decoração. No entanto, a arquiteta Juliana Almeida explica que deve-se ficar atento a alguns detalhes que podem somar ou prejudicar a ambientação

1) Abajures nas laterais do sofá são opções de luz suave e que ainda permite a leitura em um ambiente mais intimista.

2) Pontos de luz no teto são importantes para a iluminação geral e podem ser dimerizadas, proporcionando a regulagem da intensidade da luz.

3) Pontos diferenciados de luz, em círculos ou separados, ajudam a criar cenários com a iluminação.

4) A arquiteta aconselha que opte-se por lâmpadas de led, uma boa opção para efeitos na iluminação e ainda gastando pouca energia.

5) Cuidado com lâmpadas quentes muito próximas, por exemplo, nas laterais da cama ou numa mesa de estudos ou escritório.

6) Para a ambientação de quartos de criança, é interessante optar por lâmpadas inseticidas que combinem com a luminária.

Abajur Ikon, do designer Karim Rashid. Os desenhos da luminária se projetam na parede rosa escuro, dando um toque lúdico ao quarto.

Luminária em madeira maple europeu. As sobreposições produzem sombras que conferem ainda mais charme à peça.

O abajur Tolomeo Pergaminho possui um sistema de equilíbrio feito através de molas e dialoga perfeitamente com ambientes modernos.

31 de agosto de 2012

Animais na decoração

Animais na decoração

Quem adora animais ou simplesmente busca uma forma inusitada e criativa de decorar um ambiente, o uso de objetos nas formas de gatos, cachorros, pinquins, aves e elefantes, por exemplo, podem conferir uma atmosfera descontraída e até mesmo requintada, desde que fazendo as escolhas certas desses artigos de acordo com a proposta da ambientação.

As representações de animais fazem parte de tradições milenares, e a consultora Ana Paula Vieira explica que esses objetos são bastante procurados para a decoração, podendo ser colocados em diversos cômodos, desde os quartos à varanda. "Ainda não é uma cultura aqui no Piauí, mas tem se tornado uma tendência. No geral, traz alegria ao ambiente e é um diferencial na decoração", assinala.

As peças são indicadas para quem deseja levantar a decoração da casa de um jeito bem descontraído. Os enfeites ficam lindos em estantes, mesas de centro e até no chão, dependendo do tamanho da peça.

Significados dos animais

Ana Paula Vieira cita ainda que muitas pessoas se identificam com alguns animais e acreditam que os objetos trazem vibrações ao ambiente. Em madeira, cerâmica, bronze, pedras ou numa infinidade de outros materiais, eles simbolizam as crenças atribuídas a cada animal.

Entre os objetos de animais mais procurados estão o gato, o coelho e o elefante. Este último é conhecido por ser um símbolo de sabedoria, força, inteligência e boa sorte.

Puppy é um clássico cachorrinho que serve para alegrar os espaços.

Patinhos decorativos com corpo em raiz reaproveitada de coqueiro e madeira teca.

Produzidas em resina colorida, as peças de Daniela Ktenas têm verdadeiro apelo moderno.

11 de agosto de 2012

Quadros adornam ambientes e traduzem personalidade dos moradores

Quadros adornam ambientes e traduzem personalidade dos moradores

De diversos tamanhos, formas e acabamentos, os quadros adornam as paredes e transformam a atmosfera dos ambientes, tornando-se uma presença marcante na decoração. Tendo conhecimento de suas possibilidades, eles podem ser utilizados de diversas maneiras: na sala, no corredor, no quarto, na cozinha e até no banheiro.

Para a decoradora Beatrice Vieira, que há dois anos trabalha exclusivamente com decoração com quadros, o primeiro passo para escolher as molduras e imagens mais adequadas é observar o gosto de cada um, saber preferências de cores e, principalmente, conhecer as especificações do ambiente. Ela explica que a maior importância desses cuidados prévios está na busca pelo conforto visual.

"Para escolher os quadros, deve-se estudar bem o perfil da pessoa e do ambiente a fim de torná-lo aconchegante, lembrando que os moradores da casa olharão para aquelas imagens emolduradas todos os dias e deve se sentir bem e confortável, causando sempre um impacto positivo a cada percepção", pontua Beatrice.

Onde usar os quadros

Não existem muitas restrições para o uso de quadros na decoração, dependendo do bom gosto dos moradores e da idéia que se pretende transmitir. Na decoração, seja com um quadro enorme ou com vários em uma composição, harmônica ou desordenada, os quadros devem dialogar de forma eficaz com o ambiente.

"Já penduramos quadro até no vidro com uso de adesivo específico para esse fim, que também pode ser utilizado para aplicar em revestimentos tradicionais, como o gesso carbonato, sem a necessidade de furar a parede", relata Beatrice Vieira.

Para decorar a parede de corredores, ela aconselha o uso de quadros menores e de fácil compreensão, uma vez que a distância entre o observador e a imagem sempre será reduzida. O mesmo conselho serve para a decoração de banheiros e lavabos.

Em ambientes sociais, como livings, é aconselhado utilizar imagens abstratas, paisagens ou composições mais ousadas, com uso de várias molduras diferentes que, juntas, imprimem beleza e elegância. Nos quartos, por serem ambientes íntimos, podem estar dispostos quadros com fotos da família. De uma forma geral, o mais importante é traduzir de uma forma harmoniosa a personalidade dos moradores.

Fotos: Arquivo Moldura Minuto

Ambiente clássico adornado com quadros em molduras brancas provençais sobre revestimento de madeira.

Este Buffet ganhou uma harmoniosa combinação de molduras com o tema Egito em tipo vime.

A atmosfera charmosa deste quarto é potencializada com as duas molduras pretas com montagem entre vidros.

Quadros encostados estão em alta e traduzem a personalidade despojada e requintada do dono do quarto.