• Águas de Teresina
  • assinatura jornal

Notícias Esplanada

17 de agosto de 2017

INSS online

Poder, Política e Mercado

INSS online

O presidente do Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS), Leonardo Gadelha, iniciou ofensiva operacional para desafogar as agências e investir no conceito de dinamismo, eficiência e conforto para o potencial beneficiário da aposentadoria. Fez um pente-fino do qual surgiu uma lista de 7 mil brasileiros que poderão se aposentar em breve, e os quais vão receber uma carta do INSS mostrando as vantagens de fazer um breve cadastro pelo serviço de telefone 135. “Temos um problema histórico de agendamento. Se tivermos uma base cadastral, melhora muito”, relata à Coluna.

Geração digital

O INSS treinou atendentes e reforçou os três call-centers que têm. Gadelha aposta nas gerações que vão ser atendidas, daqui 15 ou 20 anos, apenas pelo INSS digital.

Carro 27

O carro nº 27 do Senado, do qual o senador Reguffe (DF) abriu mão e devolveu à direção da Casa, estava em vaga de renomada banca de advocacia ontem em Brasília.

Relator-devedor

Relator da Reforma Trabalhista, o deputado Rogério Marinho (PSDB-RN) aparece na lista de calote da Procuradoria da Fazenda Nacional: Débito de R$ 114.699,13.

Foiçada

Criado como uma das bandeiras sociais da gestão petista, o Pronera (Programa Nacional de Educação na Reforma Agrária) segue em ritmo de extinção pelo Governo. O Pronera – que atende a acampados da alfabetização até a universidade – já teve orçamento de R$ 30 milhões; caiu para R$ 9 milhões esse ano e não passará de R$ 3 milhões em 2018.

Acabou a tinta

Desde que Temer assumiu a presidência, o Incra, sob o comando do engenheiro Leonardo Góes Silva, cessou a divulgação de dados e investimentos do Pronera. O último levantamento disponível é de abril de 2016, quando Dilma Rousseff se despedia.

Bancada do apito

Os ministros palacianos ficaram surpresos com o poder de articulação política da turma. Ao receberem 44 índios da etnia Xerente no Planalto, na terça, descobriram que três índios são vereadores na pequena Tocantínea (TO), e numa bancada suprapartidária: Ivan Xerente (PV), Raimundo Xerente (PSDB) e Valci Xerente (SD).

Cicerone

A visita ao presidente Temer e ministros foi promovida pelo secretário da Secretaria Nacional da Juventude, Assis Filho.

Povo atento

Acostumado a circular numa Mercedes vermelha por Brasília, e a frequentar os melhores restaurantes, o senador Ciro Nogueira (PP-PI) mediu a satisfação do eleitor no seu Facebook. Postou “Teresina é feita do trabalho, da luta e do suor do seu povo”. Foi desancado nos comentários.

Nova Justiça

A Justiça tem sido mais branda com mandatários enrolados. Por muito menos, a PF levou o então governador do DF José Roberto Arruda para a cadeia por tentativa de obstrução de Justiça. Na terça, o governador do RN, Robson Faria, pelo mesmo motivo, tomou café sossegado em casa enquanto a policiais cumpriam apenas buscas.

Voo solo

Na última entrevista – concedida à e-webtv da Coluna – o ex-senador boliviano Roger Molina revelou que voltaria a La Paz para se candidatar. Agora, outra revelação: Era o potencial vice na chapa de Tuto Quiroga à Presidência da Bolívia. 

Segurança total

A CCJ da Câmara vai ter uma semana temática para dar celeridade a projetos de lei que tratam de segurança pública, por decisão do presidente deputado Rodrigo Pacheco (PMDB-MG), especialista no tema. A oposição prometeu não obstruir a pauta.

Visita

O senador chileno Guido Girardi, especializado em Saúde, palestra hoje no seminário sobre doenças crônicas não transmissíveis, a convite do senador Cristovam (PPS/DF).

CAIXA Preta

Já passou uma semana do prazo e a Caixa não responde – nem pela lei de acesso à informação – sobre a lista de eventos patrocinados nos últimos dois anos. Mi$tério.

Ponto Final

Piada que circula em Brasília. O ator Fábio Assunção é o primeiro petista que fez o caminho inverso: saiu do camburão para entrar no partido. Ao contrário de outros. 

15 de agosto de 2017

Tudo ou nada

Poder, Política e Mercado

Tudo ou nada

Além de jorrar recursos públicos em peças e vídeos publicitários para tentar ressuscitar a Reforma da Previdência, o presidente Michel Temer pretende ir para o tudo ou nada e votar o texto no plenário da Câmara Federal antes de setembro. É alto risco, gritam até os aliados. Temer teve provas no plenário, na votação que enterrou a denúncia do PGR Rodrigo Janot contra ele, que hoje não tem os 342 votos para aprovar a reforma.

Termômetro

Temer já sondou o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), sobre a “temperatura” da Casa para levar o texto a votação entre os dias 22 e 23 de agosto.

Devagar com o andor

O aliado Maia, no entanto, resiste e critica abertamente a pressa de Temer e ministros palacianos.

Volta às origens

Lula da Silva vai passar um perrengue de carro por Estados do Nordeste por vontade própria. Pelo menos dois empresários cederam seus jatos, e o petista não quis. 

Nota zero

 O contingenciamento de recursos vai atingir em cheio as bolsas de estudos oferecidas pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. O orçamento do órgão esgotou e só tem margem para pagamento aos estudantes até setembro. Atualmente, o CNPq arca com mais de 80 mil bolsas.

Censura

O Senado irá aprovar essa semana voto de censura ao presidente da Venezuela, Nicolas Maduro. O requerimento é do tucano Ricardo Ferraço (ES). “O governo Maduro opera ilegalmente para que opositores sejam presos”, afirma o senador ao taxar como “ruptura da ordem constitucional” a retirada de poderes da Assembleia Nacional venezuelana.

Comissão Externa

Após a aprovação do voto de censura não haverá “clima” para a ida de uma comissão de senadores à Venezuela – há dois anos senadores do DEM e PSDB foram vaiados nas ruas de Caracas. A nova proposta foi apresentada pelo senador petista Jorge Viana (AC)

Cooperativas

A CCJ da Câmara deve aprovar esta semana parecer da deputada Maria do Rosário (PT-RS) ao projeto que estabelece marco regulatório da economia solidária, setor que reúne 20 mil cooperativas de trabalhadores e responde por 8% do PIB.

Mistério..

Enquanto militares técnicos da FAB se debruçam sobre os dados coletados do monomotor experimental que caiu com o ex-senador Roger Molina em Luziânia (GO), a Polícia Civil de Goiânia não descarta nem a tese de sabotagem do aparelho.

..no ar

Molina, asilado no Brasil desde que fugiu da Bolívia, revelou há três meses na entrevista à e-webtv da Coluna que pretende voltar a La Paz ano que vem e se candidatar. Ele acusa o presidente Evo Morales de narcotráfico. Molina até ontem estava em estado crítico após a queda do avião que pilotava.

Muy amigo 

Aliados do Ex Governador Sérgio Cabral acharam estranha a entrevista do Vice Governador do Rio Francisco Dornelles à Revista Veja, com críticas a Cabral. Dizem que em 2006, Sérgio Cabral cuidou pessoalmente e coordenou a campanha do então candidato a Senador Dornelles, e que até pouco tempo, o atual Vice tratava Cabral como um amigo querido. 

Cerco à pirataria

O Movimento em Defesa do Mercado Legal Brasileiro segue País adentro com as palestras de conscientização e por melhorias na lei contra o contrabando. Após São Paulo e Rio, hoje ocorre em Brasília, com presença dos ministros Torquato Jardim (Justiça) e Augusto Nardes (TCU).

Tribo motorizada

Um exemplo de como é possível fazer tanto com tão pouco. A Funai do Amapá ganhou 23 geradores de energia, 7 lanchas tipo ‘voadeira’ (com 6 motores), que vão beneficiar 21 comunidades indígenas na região. Tudo isso com R$ 780 mil de emenda parlamentar do senador Davi Alcolumbre e aval do presidente da Funai, Franklinberg Martins.

Letras brasilienses

No dia 22, o advogado e ex-presidente da OAB Marcus Vinicius entrará para a Academia Brasiliense de Letras. Ele tem mais de 10 livros publicados e assumirá a cadeira que foi do ministro Fontes de Alencar, do STJ.

Ponto Final

“O Brasil está saindo da maior crise de sua História”

Do ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, que vive numa redoma palaciana

11 de agosto de 2017

Só o Distritão

Poder, Política e Mercado

Só o Distritão

A provável implantação do sistema do ‘Distritão’ na reforma política em andamento na Câmara Federal é o modelo que os parlamentares esperam há anos: elegem-se os mais votados em cada Estado, e estes concentram ações em suas bases, aproximam-se mais dos eleitores – assim o cidadão espera – e isso barateia a campanha. Há um velado consenso no Congresso de que esse modelo vai ficar, e o chamado ‘Distritão misto’, previsto para 2022, é conversa fiada para arrefecer os ânimos dos opositores do sistema.

Lobby

O ‘Distritão misto’, em que metade dos candidatos é eleita no modelo proporcional atual, conta com apoio pesado de prefeitos e deputados estaduais de partidos pequenos.

Proporcionais

Entre casos citados como ‘injustiçados’, citam Marcelo Itagiba, do Rio, com 70 mil votos e que foi barrado por Jean Wyllys, que alcançou 13 mil votos.

Festa no Ap

O Artigo 4 da Lei 13.473 sancionada na terça-feira pelo presidente Michel Temer põe fim na farra de uso de imóveis funcionais por servidores públicos federais que residem em Brasília. Tem muita gente dos Três Poderes com ‘raízes’ na capital e com auxílio-moradia ou residindo em apartamento funcional.

Fim da farra

A nova lei também encerra a festa com dinheiro público dado em auxílio-moradia para quem tem base na própria cidade onde recebe o benefício.

QG do MP

Mesmo com família residente em Brasília, há o caso de uma procuradora federal que usa um imóvel funcional para reunião da força-tarefa da Lava Jato. É nele que a turma do PGR Janot traça o cerco aos mandatários enrolados com delatores. Não há certeza de que a futura PGR Raquel Dodge mantenha a ‘Bat-caverna’ da turma.

Circo armado

Com situação ruim no PMDB, o senador Hélio José (DF) foi ao Rio prestigiar coletiva de Jair Bolsonaro, a convite de Adilson Barroso, presidente do PEN – futuro Patriota.

Circo armado 2

Mas em áudio enviado a amigos, Bolsonaro revelou, em outras palavras, que não quer Helinho (um fundador do PT) no Patriota, porque não acredita que exista ex-petista.

Turbulência

O senador Omar Aziz (PSD-AM) soltou verbo contra as empresas aéreas que ganharam milhões de reais em subsídios e isenção de ICMS no querosene, e não entregaram o prometido: mais voos para Manaus. A passagem continua a mais cara do País.

Festa na floresta

Oreni Braga, diretora da AmazonasTur, que receberá em breve o vice-presidente da Disney, Greg Hale, revela que a ideia da criação do Bioparque na floresta em Manaus é similar aos parques de Orlando: passeio, conservação do bioma, turismo de aventura e até sets para gravações de filmes.

Japa$

O parque está orçado em pouco mais de R$ 180 milhões e o Governo procura investidores internacionais na Europa e Ásia. Uma equipe da AmazonasTur vai ao Japão para apresentar a proposta a banqueiros.

UFC Conselho

O presidente do Conselho de Ética do Senado, senador João Alberto (PMDB-MA), anda sem paciência com os petistas. Acolheu uma representação contra o senador Lindibergh Farias (PT-RJ) pela bate-boca dele com senador Petecão no Conselho, na ultima terça. 

Lupa nas leis

Sob a presidência de Marcus Vinicius Coêlho, a Comissão de Estudos Constitucionais da OAB Nacional já julgou neste ano 51 processos, a maioria destinada a verificar a inconstitucionalidade de leis e a possibilidade de ajuizamento de ações no STF.

Paraná & Esplanada

A Coluna fechou parceria com a conceituada Paraná Pesquisas para divulgação de sondagens com temas exclusivos. Em breve divulgaremos o levantamento nacional sobre importante e polêmico projeto em debate em Brasília.

Da imprensa

O veterano jornalista José Amilcar Soares lançou o blog www.nemamigoneminimigo.com.br

10 de agosto de 2017

‘Acabou’ o Governo

Poder, Política e Mercado

‘Acabou’ o Governo

No Orçamento Geral da União para 2018, o Ministério do Planejamento enterrou as ações iniciadas e concretizadas pelos Governos do PT e apresentou veto às ‘Prioridades da administração pública federal’ como o PAC, o Plano Brasil Sem Miséria, a ‘promoção da igualdade e ao enfrentamento à violência contra a mulher’, a ‘implantação do Acordo de Paris sobre Clima’, firmado na COP 21; além de todas as metas do Plano Nacional de Educação.

Lisos

Na justificativa, o Palácio emendou, driblou o vocabulário, enrolou, escreveu bonito, para entrelinhas mostrar o óbvio: acabou o dinheiro.

Parou geral

Todas as obras paralisadas no País com menos da metade da programação atingidas não serão retomadas, ao contrário do que propuseram os congressistas.

Caserna em alerta

O Governo também vetou todas as ações novas programas pelo Ministério da Defesa.

É a eleição

Em manifestação no Salão Verde da Câmara, funcionários terceirizados revelaram que muitos estão sendo demitidos. Copeiras, faxineiras, vigilantes – alguns com mais de 30 anos de serviço – são trocados por novos funcionários indicados por deputados.

Bancada do voto

“Estamos pedindo socorro”, disse uma das manifestantes. Procurada, a presidência da Câmara não se manifestou. Há uma frente suprapartidária de federais no projeto de apadrinhamento de desocupados – mas bons eleitores.

CAIXA preta

A Caixa está escondendo o jogo. O departamento que responde pela Lei de Acesso à Informação pelo banco e a assessoria de imprensa indicam má vontade em responder sobre os patrocínios da instituição para eventos nos últimos 24 meses. 

Amazonlandia

O vice-presidente da Disney, Greg Hale, visitará Manaus para conhecer o projeto do Bioparque temático na floresta, que a AmazonasTur quer instalar na região de Manaus.

Patriota

O PEN vai se chamar Patriota. Hoje, Jair Bolsonaro anuncia que vai trocar de partido na ‘janela’ do fim do ano para disputar a presidência pela nova legenda.

Dá cá..

O todo-poderoso Lázaro Brandão telefonou ontem para o governador do Rio, Luiz Pezão, tão logo foi confirmada a compra da folha de pagamento do Governo do Estado pelo Bradesco por R$ 1,3 bilhão. “Vou ajudar o Rio”, disse o paulista.

..e toma lá

Mas o Rio também vai ajudar muito o Bradesco. O retorno do investimento virá com bons juros sobre empréstimos diretos ou por consignação na folha; as altas taxas mensais dos serviços de contas que serão abertas etc etc.

Frevo desafinou

A base do governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), começou a desabar. O PDT decidiu lançar a candidatura de José Queiróz ao Palácio do Campo das Princesas. Marília Arraes, neta do saudoso ex-governador Miguel, será candidata do PT com o apoio de Lula da Silva – que passará no Recife dentro de duas semanas.

Indefensável

O senador Lindbergh Farias (PT-RJ), apoiador do Governo de Nicolas Maduro na Venezuela, rebate dados de que não há democracia no país vizinho. Diz que desde a eleição de Chávez houve 21 eleições por lá e teme uma intervenção militar americana.

Calma, senador

Na terça, após bater boca com Lindberg no Conselho de Ética, o senador Petecão (AC) correu para o serviço médico para medir a pressão. Só se acalmou horas depois.

Gleisi – parte 2

E a senadora Gleisi Hoffmann, presidente do PT, hein? Indiciada pela PF na Lava Jato. Pedimos desculpas a ela e aos leitores por termos esquecido do registro.

09 de agosto de 2017

Blocos na rua

Poder, Política e Mercado

Blocos na rua

A campanha para o Planalto começou praticamente um ano antes do determinado pela lei. Quatro já estão com os blocos na rua. O ex-presidente Lula da Silva (PT) rodará o Nordeste de carro; Ciro Gomes (PDT) já roda o País há meses dando palestras com teor político-eleitoral. No ninho tucano, aliados fazem agenda própria, um de olho no outro. João Dória Jr, prefeito de São Paulo, vai começar a visitar capitais a convite – começou por Salvador. Enquanto o governador Geraldo Alckmin estreia agenda no debate Brasil de Ideias, na sexta, com políticos e empresários em Porto Alegre.

De casa

As agendas são em terreno amigo. Dória visitou ACM Neto (DEM) na Bahia. Lula verá governadores e prefeitos do PT. Alckmin vai à capital gaúcha do tucano Marchezan Jr.

Doeu

A visita de Dória a ACM deixou Aécio Neves enciumado. O senador é amigo do democrata. E Dória sentiu o gosto de uma ‘campanha’ nacional ao levar ovo na testa.

On the Road

Dória e Alckmin têm trato: governador é candidato a presidente. Mas isso não impedirá o prefeito de lançar, a pedido de deputados, o ‘Movimento Brasil’ para rodar o País.

Cardápio Cavendish

O dono da Delta, Fernando Cavendish, só deu uma degustação para o Ministério Público em seu primeiro depoimento em acordo de delação premiada. Vai entregar em breve o presidente de um partido. E complicará ainda mais a vida do ex-deputado Eduardo Cunha, que passa temporada em Curitiba.

“Maletas” de Temer

Nicolas Maduro, o ditador civil da Venezuela, desancou Michel Temer num comício. O chamou de “filhote de ditador” e foi ovacionado. Deu recado para o brasileiro “preparar as maletas” que o povo vai tirá-lo. Maduro ficou irritado porque o embaixador da Venezuela enviou um vídeo do Facebook no qual Temer critica o Governo vizinho.

Pé no chão

Atacado até por aliados, o governador do Rio, Luiz Fernando Pezão, não perde a postura. Com humildade, tem ido a Brasília praticamente toda semana atrás de verbas e acordos para melhorar a situação do Estado. Passou discreto no Congresso ontem.

Tchau, PSC

Jair Bolsonaro deve anunciar amanhã à tarde, em coletiva no Rio de Janeiro, a filiação ao PEN (futuro Patriotas), e a ida de uma penca de aliados para o novo partido.

Da caserna

O General da reserva do Exército conhecido como Peternelli pretende se filiar ao futuro Patriotas. Quer se candidatar a deputado federal por São Paulo.

Fiquei

O ex-secretário de Cultura do Rio de Janeiro Junior Perim recusou convite do ministro Sérgio Sá Leitão (MinC) para compor o Governo Temer.

Vergonha

A galeria de ex-presidentes da Câmara Federal não tem a foto oficial de Eduardo Cunha. As duas últimas são de Marco Maia (PT) e Michel Temer (PMDB), ambos também enrolados na Lava Jato.

Povo sofre

Os passageiros que fazem a travessia do rio Madeira pelas balsas estão sofrendo em Rondônia. Com a seca, as embarcações ficam encalhadas em alguns trechos. Nas estradas, piores ainda, há filas intermináveis de ônibus e caminhões.

Calma, gente

Causou reboliço entre evangélicos a notícia de que o Partido Social da Família, prestes a sair no TSE, é ligado a pastores da Metodista. Na verdade, o presidente da legenda, Sérgio Carvalho, é pastor da Metodista Wesleyana há 30 anos. E obviamente, tem apoio de alguns colegas.

Aplausos

A Câmara faz parceria com a Apae do DF para contratar pessoas com deficiência. No primeiro momento, quatro deficientes intelectuais farão trabalhos administrativos. Dois na Mesa Diretora e dois na Primeira Secretaria da Casa. 

08 de agosto de 2017

Lula pé no chão

Poder, Política e Mercado

Lula pé no chão

Condenado em 1ª instância na Justiça Federal e com risco de ser limado da disputa presidencial, Lula da Silva não se intimidou e preparou reedição da Caravana da Cidadania pelo Nordeste. Ele está pé no chão, literalmente. Desdenhou de jatinhos e vai percorrer de carro centenas de quilômetros da Bahia ao Maranhão até o fim do mês. É campanha pura, com comícios disfarçados em “Atos” em capitais e interior. Vai almoçar em boteco de estrada e em ônibus, e em alguns trechos percorrer até 500 km por dia.

Subindo o sertão

A agenda começa em Feira de Santana, Bahia, dia 17; depois Cruz das Almas (18), São Francisco do Conde (19) e Salvador. Dia 20 em Estância e Aracaju. E vai subindo.

Seu doutor

No caminho, Lula da Silva vai ser homenageado com nada menos que 4 títulos de Doutor Honoris Causa, alguns de universidades que fundou como presidente do Brasil.

Povo indiferente

A eleição para governador no Amazonas bateu na trave. Quase 1,5 milhão de eleitores – metade do eleitorado – deu de ombros: 850 mil votos inválidos e 569 mil abstenções.

Rombo estrutural

A Previ, o fundo de pensão do BB, entrou na Justiça contra a Odebrecht por causa de problemas em obras no resort Costa do Sauípe (BA), onde são sócios. O problema é que a ação demorou muito tempo a ser peticionada, e ainda protocolada no foro errado – mostrou a empreiteira. Quando os advogados do fundo entraram no foro certo... o prazo prescreveu..

Placa histórica

Cantamos a bola de que o quiprocó ia dar ‘cadeia’. O MP Federal da Paraíba abriu investigação: como a placa da nova sede foi grafada com “Edifícil”? A assessoria informa que a arte saiu correta para a gráfica – que entregou ontem a placa corrigida.

Alô STF..

Roberto Jefferson vai entrar na Frente Nacional Contra a Liberação da Maconha e da Cocaína, iniciativa do deputado estadual Campos Machado (SP). O grupo apartidário tenta pressionar os ministros do STF sobre o julgamento da inconstitucionalidade do artigo 28 da lei 11.343. O placar atual é 3 a 0 a favor da descriminalização.

..Te cuida

Dentre as ações, é articulada uma instrumentalização de prefeitos e vereadores para enviarem moções de repúdio ao Supremo.

Tribunal do Povo

Ofício 583/2017 do procurador Alexandre Schneider, assinado digitalmente, chegou à procuradora-chefe do MPF no Paraná, Paula Conti Thá, avisando que advogados de ‘lavajatianos’ não promover dia 11 ato em Curitiba simulando um ‘Tribunal do Povo – O Julgamento da Lava Jato’, com o intuito de confundir a opinião popular.

É o jogo

Citado no documento, o advogado Antônio Carlos de Almeida Castro, o Kakay, foi consultado, reconhece que haverá sim o evento, mas não entende a posição do procurador e conclamou os advogados a defenderem o direito do contraditório. Não encontramos o procurador Schneider até o fechamento da Coluna.

Grita geral

O Unacon Sindical acionou o Ministério do Planejamento para que explique o boato (ou verdade) de que o Governo vai adiar o pagamento das parcelas de 2018 e 2019 do reajuste salarial dos servidores federais. Aponta crime de responsabilidade.

Gleisi

A Coluna errou com a senadora Gleisi (PT-PR) e pede desculpas. Não existe o Twitter – armação de inimigos – em que ela debocha de adversários e vangloria Maduro, da Venezuela. O fake circula nos grupos de whatsapp até de petistas do Congresso.

Lacerda

A Coluna fez um tutu azedo com os personagens na edição da nota. Trocamos a ordem dos nomes. Ao contrário do publicado, Marcio Lacerda mantém o comando do diretório municipal do PSB, e desbancou o grupo de Júlio Delgado.

Raios x da pedofilia

O delegado da PF Clayton Bezerra lança em Brasília, na Academia Nacional de Polícia, o livro ‘Pedofilia, repressão aos crimes de violência sexual contra crianças e adolescentes’ (Ed. Mallet, 246 páginas). Com 8 volumes, o livro foi escrito em parceria com outros delegados e advogados com prefácio do senador Magno Malta.

Ponto Final

Não adianta trocar o nome do partido se o problema é o ser humano - o eleitor e o político.

07 de agosto de 2017

A lista de Dodge

Poder, Política e Mercado

A lista de Dodge

A futura Procuradora Geral da República, Raquel Dodge, vai entrar mostrando serviço dia 18 de setembro. Na equipe que ela monta, há convicção de que o colega Rodrigo Janot ‘se esqueceu’ de personagens do PT nas denúncias no âmbito da Lava Jato. Embora não estejam mais na alçada da PGR, a ex-presidente Dilma Rousseff, o ex-presidente da Petrobras José Gabrielli e o ex-senador Aloizio Mercadante – flagrado numa situação tão comprometedora quanto a de Delcídio do Amaral – ainda podem ser denunciados por procuradores regionais do MPF da Lava Jato em Curitiba e Brasília.

Contrapeso

Há algo mais que o juridiquês na frase do presidente Michel Temer de que “A saída de Janot deixará a Lava Jato no rumo correto”. Ele fala do contrapeso nas denúncias.

Meirelles

Henrique Meirelles orbita em dois cenários eleitorais para 2018. Num, ele sai candidato ao Planalto com um do PMDB de vice. Em outro, ele é vice de João Dória (PSDB).

Fala, Felisberto!

Tem gaiato em Brasília defendendo que o advogado Felisberto Córdova, que chamou um desembargador de ‘ladrão’ e ‘safado’,  discurse também no STF e no STJ.

Na mira

O deputado petista Gabriel Guimarães está com situação ruim no partido em Minas. Posições divergentes e proximidade com o tucano Aécio Neves pesam contra ele.

Parte do jogo

O deputado federal Pedro Fernandes (PTB-MA) confidenciou no whatsapp a lógica da vitória de Temer no plenário: “A bancada de oposição afirma que a base votou no Temer por emendas, e eles receberam as emendas para dar o quorum. Michel Danado, pagou mais pelo quorum do que pelo voto”.

Peso da lei

A Associação Brasileira dos Criadores de Cavalo Quarto de Milha (ABQM), que defende no STF a realização das vaquejadas, quer que as Assembleias estaduais aprovem lei para penalizar maus tratos contra os animais usados nas competições. Estados do Nordeste, além de Goiás, São Paulo e Paraná têm tradição na vaquejada.

Direito animal

A ABQM considera necessário constar na legislação obrigações quanto à alimentação, ao descanso e à liberdade comportamental dos animais, além de responsabilizar os humanos pelo bem-estar animal. Mas a questão não ficaria com lei federal.

Assim é fácil

Túlio ‘Maravilha’ roda o País por recorde de gols. Um observador que acompanha o ‘jogo das estrelas’ diz que sempre aparece um pênalti, e Túlio converte. Foi assim no fim de semana em Muriaé (MG). Ano passado, na vizinha Laranjal, a mesma situação.  

PMDB histórico

A História do PMDB no Palácio do Planalto: três presidentes no cargo sem um voto. Um falecido, pouco lembrado; um zumbi patrimonialista e um na porta do camburão.

Canta, Elza!

Elza Soares, que passou um susto num voo que voltou a aeroporto há dias, concorre com 26 candidatas ao prêmio Mulher-Cidadã Carlota Pereira de Queirós, da Câmara.

Vale assistir

O ex-prefeito Saturnino Braga – que deixou o Rio bem melhor do que é hoje – é o convidado do Ciclo de palestras sobre a política brasileira, que ocorre hoje no Oi Casa

Nota:

O ex-ministro, Aloizio Mercadante, não é investigado pela  Operação Lava JatoQuanto ao processo do STF, único fato novofoi a absolvição de Mercadante por decisão unânime da Comissão de Ética Pública da Presidência da República

Na decisão, a referida Comissão, que é formada por cinco membros, sendo três juízes de carreira, afirma que, nas gravações, não se verifica a tentativa de obstrução de justiça. "Com efeito, as transcrições das conversas que constam do presente processo indicam apenas o oferecimento de auxílio a um colega de partido - gestões políticas junto ao Senado e, após o relato do assessor acerca de dificuldades financeiras sofridas pelo ex-Senador, promessa de que 'iria ver' no que poderia ajudar, 'na coisa do advogado' - sem que fique caracterizada conduta ilícita", afirma a decisão do conselheiro-relator, Américo Lacombe, que é ex-desembargador, ex-presidente e ex-corregedor do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP).

Mercadante reafirma que jamais tentou impedir a delação do ex-senador, Delcidio do Amaral e que não intercedeu no poder judiciário ou junto a qualquer autoridade para tratar deste tema. Reitera que confia plenamente na Justiça e no Ministério Público Federal, colocando-se, como sempre, à disposição das autoridades para todos os esclarecimentos necessários.

04 de agosto de 2017

Hora da ‘limpeza’

Poder, Política e Mercado

MHora da ‘limpeza’

Passado (o primeiro) susto do presidente Michel Temer no cargo, começou a limpeza interna. A executiva do PMDB mandou para o Conselho de Ética do partido os casos dos dissidentes senadores Roberto Requião (PR) e Kátia Abreu (TO), divergentes do Governo Temer. Com Requião ainda há conversa. Com Kátia, a porta de saída. Já na Câmara, a direção do PMDB vai ‘convidar’ a saírem do partido os deputados que votaram contra Temer, entre eles Sérgio Zveiter (RJ), Veneziano (PB), Vitor Valim (CE), Celso Pansera (RJ), Laura Carneiro (RJ) e Jarbas Vasconcelos (PE).  

Casa nova

A senadora Kátia Abreu e o deputado Sérgio Zveiter conversam com o Podemos, o ex-PTN, que tem engrossado as fileiras e terá Álvaro Dias candidato a presidente.

Camaleoa

Kátia já perdera o comando da CNA, ao se aliar a Dilma. Para virar ministra, passou por metamorfose. Saiu do DEM, deu lapidada no perfil pelo PSD, até chegar ao PMDB.

Edifícil

O MP vai ‘prender’ alguém em João Pessoa. A placa da nova sede foi cravada com ‘Edifícil sede’ João Guimarães. Foi consertada, mas o artesão quer cobrar duas vezes.

Fogo no ninho

O PSDB rachou de vez. O senador Tasso Jereissati (CE) não quer devolver a presidência do partido ao Aécio Neves – cujo grupo de deputados que comanda votou pró-Michel Temer. A ala paulista – deputado Carlos Sampaio, Geraldo Alckmin e o prefeito João Dória Jr – quer ver o senador pelas costas e faz pressão pela sua saída.

Reincidentes

O pau quebra no Brasil e a delação de executivos da OAS ainda nem entrou no papel. Coluna tem informação de que vai pegar 50 deputados e senadores. Alguns parlamentares já figuram na delação da Odebrecht na Lava Jato.

Pega ladrão!

O vereador Oswaldo Lopes (PHS), da causa animal, adotou um vira-latas para a Câmara de Vereadores de Belo Horizonte. O bicho ganhou coleira, medalha com o número de celular do dono e até roupinhas. O cão passou a vagar pela garagem da Câmara. Em uma semana, apareceu pelado de novo. E inteligente, o cão sumiu dali.

Bolo do juiz

Parceria é isso aí. Na terça, dia 1º, funcionários, agentes, delegados da PF de São Paulo serviram bolo a populares em frente à sede para comemorar os 45 anos de Sérgio Moro.

Bancada do QG

A Caserna lançará candidatos militares a deputados e senadores, da ativa e da reserva, em vários Estados, na cola de Jair Bolsonaro, informam generais do Exército.

Ex-aliados

O governador Paulo Câmara (PSB), de Pernambuco, terá três adversários de peso nas eleições de 2018. Um da família de Fernando Bezerra, que tem filho ministro e outro prefeito de Petrolina; um do clã Lyra, com o ex-governador João Lyra e Raquel Lyra, a filha prefeita de Caruaru; e um da família Ferreira, que tem o prefeito de Jaboatão,  Anderson Ferreira, o deputado estadual André Ferreira e o vereador Fred Ferreira.

Saldo negativo

O contrabando sufoca a arrecadação de impostos no Estado de São Paulo. Levantamento inédito do Movimento em Defesa do Mercado Legal Brasileiro mostra que os cofres paulistas perderam R$ 5 bilhões nos seis primeiros meses de 2017.

Rombos

O setor campeão do contrabando continua sendo o cigarro, que gerou perdas de R$ 1,6 bilhão no período, seguido pelo setor de autopeças, com perdas de R$ 500 milhões,  eletroeletrônicos (R$ 400 milhões) e confecções (R$ 250 milhões).

LamaTour

Sai ano, entra ano, o problema é o mesmo há décadas. O único acesso por carro às mais famosas praias de Trancoso (BA) – Espelho, Caraíva e Corumbau – está um lamaçal num trecho de 1,5 km entre o Quadrado e Itaporanga. Até trator atola.

Brasileiro$

O diretor da BRBCard, Ralil Salomão, levou seus gestores para comer cachorro-quente numa carrocinha de rua a fim na terça à noite, para mostrar a importância da velocidade no atendimento associada à empatia com o consumidor, a despeito das limitações estruturais. O vendedor não decepcionou.

Jornalismo online

Relatório Digital News Report, do Reuters Institut, com 70 mil entrevistados, revela que 13% deles pagaram para ler notícias on-line em 2016. No Brasil, só 22% pagaram. 

03 de agosto de 2017

Confusão eleitoral

Poder, Política e Mercado

Confusão eleitoral

Há um clima de barata voa no TRE do Amazonas com a eleição suplementar para governador no domingo. Alguns gabinetes dos tribunais (em Manaus e Brasília) sofrem pressão de partidos interessados em assumir o Poder. O TRE não tem mesários suficientes para o pleito e, para piorar, pesquisa mostrou que 600 mil eleitores, um terço do eleitorado no Estado, não pensa em votar. Enquanto Melo perde os poucos fios de cabelo se explicando, um confiante candidato Eduardo Braga (PMDB), ex-governador, já monta Governo na espreita.

Pressa

Na decisão de afastar o governador José Melo (PROS) e o vice Henrique Oliveira (SD), 3 ministros do TSE eram suplentes. O TSE afastou a dupla sem publicação do acórdão

Calma, ministro

O ministro palaciano Moreira Franco circulou pela Câmara Federal ontem com a discreta companhia, à distância, de um agente federal como segurança.  

Haja fôlego

Com elevador quebrado, o presidente Michel Temer subiu cinco andares de escada para chegar ao apartamento do deputado Fabinho (PMDB-MG), na terça. E chegou falando.

Rosário x Bolsonaro

Jair Bolsonaro está bem nas intenções de voto para o Planalto, mas corre contra o tempo num processo que pode retirá-lo da disputa. O STF vai analisar em breve a denúncia de incitação à violência (disse em alto som em plenário que a deputada Maria do Rosário ‘nem merece ser estuprada’).

Nas mãos de Fux

No seu parecer, o ministro-relator Luiz Fux “recebeu a denúncia pela prática de incitação ao crime de estupro; e recebeu parcialmente a queixa-crime, quanto ao delito de injúria”. A denúncia é de autoria do MP, e a queixa-crime feita pela deputada.

Olho no prazo

Bolsonaro está de olho no cronograma da Corte. Caso seja condenado a prestar serviços sociais, será limado da candidatura se o prazo da punição exceder o da candidatura. Se o STF não o julgar durante a campanha, mesmo como réu ele pode se candidatar. Ou pode ser absolvido – o que, pelo teor do processo, será difícil.

Cabeça quente

O ministro Osmar Terra (PMDB), do Desenvolvimento Social, exonerado para votar por Temer, foi flagrado na barbearia do Senado passando máquina zero na careca.

Herdeiro

Josué Gomes, o empresário milionário filho do saudoso ex-vice-presidente José Alencar, conversa com a cúpula do PMDB e quer se lançar ao Senado por Minas. 


Cárcere duro

O deputado federal Subtenente Gonzaga (PDT-MG) comprou briga com as ONGs dos direitos humanos. Tem projeto de lei para aumentar de 2 para 4 anos o prazo de regime diferenciado – aquele no qual o(a) detento(a) fica sem banho de sol e visita. Em Minas, seu reduto, a Comissão de Assuntos Carcerários da Assembleia foi para cima dele.

Ciumeira

Depois que um cacique Pataxó passou por Brasília e fechou com um deputado adversário local, o deputado Cajado (DEM-BA) pagou ônibus e trouxe a Brasília 40 índios da etnia, de outra aldeia, para fazer barulho no Ministério da Justiça. Um cidadão se solidarizou com o grupo que pedia dinheiro para comer e deu R$ 100 de ajuda.

Fila anda

Vai andar no STJ o processo do governador de Minas, Fernando Pimentel (PT), na Operação Acrônimo, que o cercou por supostas fraudes na eleição. Pimentel corre risco de ser afastado. O vice é Toninho Andrade (PMDB), com quem o petista está rompido.

Ao trabalho...


.. Mas não é o que parece na Assembleia Legislativa do Mato Grosso. No 1º semestre de 2017, as faltas dos deputados prejudicaram 18 das 62 sessões - por falta de quórum mínimo (8 deputados). Revelou o portal O Livre, de Cuiabá

Ponto Final

Lula da Silva tem confidenciado a amigos próximos que lamenta muito não ter sido agraciado com o Nobel da Paz. Acha que merece pela gestão do Fome Zero.

02 de agosto de 2017

Bancos x povo

Poder, Política e Mercado

Bancos x povo

Os banqueiros jogam pesado nas Cortes superiores. O Superior Tribunal de Justiça pode inviabilizar o acordo histórico entre os bancos e os poupadores prejudicados pela correção errada da poupança nas décadas de 80 e 90. Se o STJ levar a julgamento, neste ano, recurso apresentado em 2013 pelos bancos, acabará com a chance de entendimento entre as partes. Seja qual for o derrotado, haverá novos recursos ao Supremo Tribunal Federal. Assim os bancos ganham tempo e poupam bilhões de reais nos cofres.

Drible jurídico

No recurso que aguarda posição do STJ, os bancos pedem para indenizar apenas cidadãos associados às entidades que entraram com ações coletivas.

Direitos

O Código do Consumidor, no entanto, permite que os não-associados seja contemplados na decisão coletiva. O relator é o ministro Raul Araújo.

Dinheiro fácil

O senador Aécio Neves (PSDB-MG), com o camburão de novo na porta, ficou afastado do Senado de 18 de maio a 4 de julho, mas recebeu salário integral de R$ 34.466.

Efeito Boiada

Você atira no curral e acerta a boiada inteira. A nota sobre a esposa que quer entregar o deputado que tem R$ 100 milhões no exterior rendeu em Brasília. Deputados ligaram para a Coluna e citaram potenciais nomes. Resultado: além de errarem o chute, entregaram mais dois parlamentares que podem ter a bolada em offshore.

Tão perto

Em tempo, o deputado encrencado em casa é do Centro-Oeste.

Ela de novo

Por falar em encrencado, o presidente do PR, Valdemar da Costa Neto, vive assombrado pela ex, a socialite Maria Christina Mendes Caldeira. Como revelou a Coluna, Christina está morando nos Estados Unidos, escondida, e entregou ao FBI informações que diz ter sobre offshore de Costa Neto. O ex-deputado não comenta.

Grande família

Aécio e a irmã não se falam mais. Andréa Neves tentou, mas não encontrou o primo Frederico, o maleiro. E este sumiu, não fala com eles. Pode ser medo do telefone.

Joelho no milho

Por conta da votação de denúncia contra Temer hoje, o grupo de oração da bancada católica não vai se reunir hoje. Isso, tem deputado que reza na Câmara.

Zona de guerra

O governador de Pernambuco, Paulo Câmara, fez chegar ao Planalto e ao ministro conterrâneo Raul Jungmann (Defesa) que não precisa de Exército nas ruas do Recife. Mas a coisa lá está tão ruim quanto o Rio. De janeiro a julho, foram registrados 2.495 assassinatos no Estado. E esses são os dados oficiais.

Um ano depois

No sábado a AGLO, nova agência olímpica, fará festa aberta ao povo para comemorar o legado de 1 ano dos Jogos do Rio no Parque da Barra. Show de DJ Tubarão e escolas de samba, além da presença de atletas, como os lutadores irmãos Minotouro & Minotauro.

Velódromo

Os ciclistas profissionais e amadores do Rio vão promover abraço simbólico em torno do Velódromo, por causa do incêndio causado por um balão que caiu na cobertura.

100 por hora

Lembram do menor de 15 anos que invadiu de carro o Palácio da Alvorada mês passado? Faz tratamento psiquiátrico, pago pela família. O carro está apreendido, o caso segue na Vara de Infância e Juventude do DF, e os sentinelas que dormiram no ponto vão levar uma dura do Gabinete de Segurança Institucional.

Mistério

O premiado jornalista Eumano Silva lança amanhã no Carpe Diem seu novo livro, “A morte do diplomata: um mistério arquivado pela ditadura” (Tema, 208 pág). 

Ponto Final

Torquato Jardim vai passar à História do Brasil como o ministro da Justiça que vergonhosamente enterrou a PF na Operação Lava Jato.

01 de agosto de 2017

Sangria atada

Poder, Política e Mercado

Sangria atada

A vingar a conta da tropa do presidente Michel Temer no Palácio do Planalto, a oposição tem hoje entre 171 e 200 votos no plenário da Câmara pela admissibilidade da denúncia do PGR Rodrigo Janot contra o chefe da nação. Passam longe dos 342 que os opositores precisam para levar o caso ao Supremo Tribunal Federal. 

Garoto-propaganda

Fiel escudeiro de Temer, Carlos Marum bateu ponto na Câmara Federal até no recesso. Sem colegas para papear, dedicou-se a selfies com os turistas nos salões.

Pós-impeachment

Os Correios anunciaram a saída de Darlene Pereira da vice-presidência Comercial. Ela é apadrinhada do senador Telmário Mota. A nomeação fora após voto dele contra Dilma.

2018, talvez

Nos gabinetes do Senado é dado como certo o naufrágio da reforma da Previdência neste ano. Está na fila da Câmara, envolta com a (primeira) denúncia contra Temer.

Batgirl

Prestes a se divorciar do marido deputado federal, uma classuda senhora da alta sociedade revelou numa rodinha de madames, numa festa, que ele tem R$ 100 milhões escondidos no exterior. E que vai botar a boca no trombone se não ganhar o que merece no litígio. O parlamentar e seu operador são apelidados de Batman & Robin.

Arrivederci?

Governador do Rio Grande do Sul, Ivo Sartori (PMDB) conseguiu cidadania italiana. Contratou a maior especialista no País. Sartori foi citado na delação de Ricardo Saud, da JBS, por receber R$ 1,5 milhão. Grana foi declarada, mas suspeita.

Decolagem..

Presidente do PR de Pernambuco, o deputado federal licenciado e secretário de Transportes, Sebastião Oliveira, negociou apoio do ministro dos Transportes, Maurício Quintela, para ter voos da Azul para sua cidade, Serra Talhada. Tudo fechado, mas..

..may Day

Convocado pelo partido para votar, Oliveira foi informado pelo governador Paulo Câmara (PSB), desafeto de Michel Temer, que deve votar contra o presidente no plenário hoje, caso queira ficar no cargo.

Roleta

O senador Romero Jucá (PMDB-RR), líder do Governo, passou a ser um dos maiores entusiastas da legalização dos cassinos no Brasil.

Vem porrada

É pule de dez que Rogério Rosso (PSD-DF) entre na delação premiada de Eduardo Cunha. Até de graça. Eles são inimigos figadais. Rosso votou pela sua cassação, e dias depois foi visitar Cunha no apartamento. O ex-presidente nem o deixou subir.

Amargou

Aliás, não chamem para uma mesa de café o ministro Gilberto Kassab, presidente do PSD, e o deputado Rogério Rosso, dirigente do partido no DF.

Te cuida, Marcela

O federal Wladmir Costa (SD-PA) soltou foguete de confete no impeachment de Dilma para comemorar a ascensão de Michel Temer. Agora, tatuou o nome do presidente no braço. Até o fechamento da Coluna, Temer ainda não recebera uma carta... 

É o amor

Temer deu motivos. Metido a poeta, há dias o presidente escreveu no caderninho um poema titulado ‘Emenda’, com 7,5 milhões de estrofes dedicadas a Vladmir.

Cristo roxo

O Cristo Redentor será iluminado de roxo no sábado (5) à noite, no Dia Estadual de Combate à Hanseníase. São 25 mil novos casos por ano no País.

31 de julho de 2017

O preço da tropa

Poder, Política e Mercado

O preço da tropa

O Governo federal vai gastar R$ 1,5 milhão por dia para manter as tropas do Exército no Rio de Janeiro até 31 de dezembro, revelou o presidente Michel Temer a seleto grupo ontem, em visita à cidade. Serão, por baixo, R$ 225 milhões até o fim do ano apenas para patrulhar a cidade e dar uma sensação de segurança aos cariocas e visitantes. Não é a primeira vez que o Exército toma as ruas da capital pela ordem. Foi assim no complexo do Alemão, há seis anos, e pelo visto sem resultados.

Desatenção

O governador do Rio, Luiz Pezão, recebeu e encaminhou pelo whatsapp fotos de PMs distraídos, flagrados mexendo nos celulares em diferentes pontos, até numa favela.

Alerta no QG

Pezão mandou as fotos para o comandante-geral da PM e para o secretário de Segurança. Discute-se no Palácio proibir soldados de saírem do QG com celular.

Patriotas

Jair Bolsonaro condicionou sua filiação ao PEN à mudança de nome, antecipou a Coluna nas redes sociais no domingo. Estuda-se ‘Patriotas’ ou a volta do ‘PRONA’.

Drible

O futuro ex-PEN pode se coligar com o PTB nos Estados. Bolsonaro atira verbalmente, mas cuida de si. Não será surpresa para próximos se ele disputar o Governo do Rio.

Voo solo

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, já trata abertamente com aliados sobre eventual candidatura a presidente. Ele recebeu há dias no Palácio Bandeirantes o líder do PTB regional, o deputado estadual Campos Machado, que prometeu apoio ao tucano.

Reforço

Na contrapartida, Campos Machado revelou a Alckmin que o PTB paulista não descarta lançar candidato próprio ao Governo. A legenda foi a que mais cresceu em números de prefeitos e vices em São Paulo na eleição de 2016.

Escola Dória

João Dória Jr fez escola. O milionário Vittorio Medioli, ítalo-brasileiro eleito prefeito de Betim, na grande BH, abre mão do salário desde janeiro. E como empresário estreante na política, desponta como potencial candidato ao Governo de Minas.

Dono de si

O presidente Temer tem, hoje, 240 votos seguros no plenário da Câmara para evitar que a denúncia do PGR Janot chegue ao STF. Precisa de no mínimo 173.

Venezuela aqui

Um grupo de imigrantes venezuelanos sem-teto chegou a Brasília, e fez manifestação pacífica com bandeiras e pedido de socorros em semáforos da capital neste domingo.

Venezuela aqui 2

Mais de 120 venezuelanos estão acampados na rodoviária de Manaus e redondezas. As mulheres ou se tornam faxineiras ou se prostituem, por R$ 80 o programa.

2022

Cacique político que circula pelo Poder desde que Dom Pedro II soltava pipa crava que Marcelo Crivella (PRB) – pelo centro-esquerda – e o tucano João Dória (centro-direita) vão polarizar as apostas para o Palácio do Planalto em 2022. Se não forem abatidos.

Olho do cão

A Transbank, empresa de malotes, foi condenada a pagar R$ 35 mil de indenização por danos morais a um ex-conferente que era obrigado a ficar nu, segundo relatou, na frente de dois vigias e um cão pitbull. A decisão foi do Tribunal Superior do Trabalho.

Chegou a conta

O tamanho do prejuízo da Lava Jato para Lula da Silva, condenado em 1ª instância: desde ano passado não aparecem convites para palestras no exterior.

Bispos & Poder

O bispo de Umuarama (PR), que tem citado salmos relacionados à política nos sermões, é Dom João Mamede Filho. Dom José Maimone é o bispo emérito da diocese.

28 de julho de 2017

Nova agência terá mais de 130 cargos

Poder, Política e Mercado

Nova agência terá mais de 130 cargos

O Governo de Michel Temer incorre em nova contradição ao incentivar, por um lado, a demissão voluntária de servidores e, por outro, criar novos cargos. Foi publicada ontem Medida Provisória que estabelece a criação da Agência Nacional de Mineração (ANM) com o quadro de 139 servidores, com excelentes salários. A cúpula da agência – presidente e diretores – será indicada por Temer e ganhará até R$ 30 mil mensais.  

Comissionado$

A agência terá 40 Cargos Comissionados de Gerência-Executiva - CGE, de Assessoria e de Assistência – CAS, “de livre nomeação”.

Efetivos

Os demais postos da Agência Nacional de Mineração serão ocupados por técnicos; “ocupação privativa de servidores públicos federais efetivos”, diz o texto da MP.

Navalha tímida

Em março, o Governo cortou apenas 54 cargos das agências reguladoras, a maioria na ANAC, ANTT e Antaq.

Linha cruzada

O deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ) vai se filiar a um partido nanico que pode se coligar com o PTB para 2018, na sua chapa presidencial. Admite que tem conversado com Roberto Jefferson, o presidente do PTB, mas nega que seja sobre eleições. Já o ex-mensaleiro diz que pode conversar mais com Bolsonaro quando ele quiser.

Quase lá

Ontem, Bolsonaro relatou que está “99,9% fechado” com um partido. Ele deve anunciar semana que vem a filiação. Vai levar dois filhos juntos – um estadual e um federal. Em tempo, Bolsonaro não conversa há 7 meses com Pr. Everaldo, presidente do PSC.

Brizolinha

O ex-ministro do Trabalho Brizola Neto será reeleito dia 3 de setembro presidente do diretório do PDT em São Gonçalo (RJ). Ele quer disputar o Governo do Estado. Mas vai depender das articulações de Carlos Lupi e Ciro Gomes – que estarão na convenção. 

Giroflex ligado

Com interfaces internacionais e crimes violentos, o PCC saiu do bojo do DEA (a força antidrogas) e já é tratado sigilosamente por americanos como facção terrorista. 

Italianos

Além de Palocci e Eduardo Cunha, presos, e Tadeu Filippelli, livre após prisão, Aldemir Bendine tem cidadania italiana. A PF desconfiava de que ele sairia do País.

Água no vinho

Temer sancionou a Lei nº 13.470, que cravou no calendário turístico a Festa do Vinho Goethe em Pedras Grandes (SC). Coisa de Osmar Serraglio (então ministro da Justiça) e do catarinense Edinho Bez (seu assessor), mas não do deputado e ex-governador Esperidião Amin, que absteve-se de votar na proposta.

Aqui, não!

Diante das últimas invasões e ameaças do MST, a segurança na fazenda Santa Mônica (GO) está reforçada. A propriedade - entre as cidades de Corumbá de Goiás, Abadiânia e Alexânia – pertence ao presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE).

Cercado

Há dois anos, a fazenda Santa Mônica foi invadida por 3 mil famílias ligadas ao MST. Nesta quinta, 27, jovens ligados ao movimento protestaram em frente à mansão Macedo, localizada no bairro Aldeota (Fortaleza), residência de Eunício.

Na fila

Representantes do Fórum das Entidades Nacionais dos Servidores Públicos Federais aguardam, desde fevereiro, resposta ao pedido de audiência com o ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira. Essa semana, foram proibidos de entrar na sede da pasta.


História

Nestor Rocha, do Instituto Preservare, inaugura amanhã o Museu do Café na Fazenda São Luiz da Boa Sorte, perto de Vassouras, com acervo desde 1830 da região do Vale. 

Ponto Final

“Nosso futuro é promissor e o dia de hoje é de comemoração.”

Do ministro Moreira Franco (Secretaria Geral da Presidência)

27 de julho de 2017

Bolsonaro & Jefferson

Poder, Política e Mercado

Bolsonaro & Jefferson

Insatisfeito no PSC, na porta de saída e em ascensão nas pesquisas para a disputa à Presidência, o deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ) atira verbalmente para um lado, mas mira sua articulação para outro. Ele tem conversado muito e veladamente com ex-deputado mensaleiro Roberto Jefferson, presidente ad aeternum do PTB. Bolsonaro já foi filiado ao partido e é provável que a legenda o acolha de novo. Isso passa por chapas fortes em dois Estados envolvendo os rebentos dos dois caciques.  

Senado & Câmara

A filha de Jefferson, deputada federal Cristiane Brasil (PTB-RJ), articula com o filho de Bolsonaro, deputado estadual Flávio, no Rio de Janeiro, para uma dobradinha.

O retorno

Outro filho de Jair, o federal Eduardo Bolsonaro (SP) pode fechar com Jefferson. O mensaleiro quer disputar a Câmara por São Paulo e o ‘Bolsokid’ deve sair ao Senado.

Debandada

Em tempo, Jair e os dois filhos já avisaram ao PSC que vão sair do partido e levar os eleitores para outra sigla. Bolsonaro também conversa com PSDC e PHS.

Pré-cela  

Eduardo Cunha, preso na Lava Jato, e Tadeu Filippelli, o ex-braço direito do presidente Michel Temer, conseguiram cidadania italiana antes de serem presos. A Polícia Federal correu risco de perdê-los nas operações. Filippelli está solto. Ele casou um filho num castelo próximo de Roma há 3 anos. O ex-presidente da Câmara era habitué da Europa.

Lá e cá

O caso de Cesare Battisti, terrorista indultado por Lula da Silva e que vive livre no Brasil, revoltou a Itália. Mas ao mandar de volta o também cidadão Henrique Pizzolatto, os italianos deram sinais de que não compactuam com denunciados da Justiça brasileira.


Feirão brazuca

A Apex, a agência de apoio à exportação, prepara uma grande feira internacional de alimentos (que envolve agronegócio e outros setores) para São Paulo em 2019. A revelação é do presidente da agência federal, o embaixador Roberto Jaguaribe.

Número$

Aliás, Jaguaribe avisa que está revendo todos os índices da Apex dos últimos anos, porque eram divulgados para ‘passar uma boa impressão’ nos últimos governos.

Abaixo ao PDV

O Sindicato dos Servidores Públicos Federais avisa que fará uma ampla campanha contra o Plano de Demissão Voluntária (PDV) anunciado pelo Governo.

Alto risco

Dirigente do sindicato, Oton Pereira Neves afirma que o Estado vai perder mão-de-obra qualificada: “Quem aderir, deve ter uma outra renda, ou acha que vai conseguir alguma coisa no mercado de trabalho. Certamente são os mais qualificados”.

Pauta policial

O deputado Rubens Junior (PCdoB-MA) dispara contra a tática “heterodoxa” do Governo por votos para derrubar a denúncia contra o presidente Temer. “Ele tem controle da pauta política, mas da (pauta) policial não”, provoca.

Salmo.. 

A Igreja está a cada dia mais engajada politicamente e mandando recados. O bispo de Umuarana (PR), Dom José Maimone, redigiu preciso artigo com passagens de salmos que fazem referência à corrupção. “É impossível não pensar neles (nos políticos) e na situação vergonhosa e desastrosa em que estamos vivendo”.

Revenge

Há um clima de revanche no ar na República do Xerifado do MP, o novo título mundial da ex-República das Banadas. Há indícios de que Eduardo Cunha usava seu poder para conseguir o que queria, mas o ex-presidente da Caixa Jorge Hereda, que agora o acusa de chantagem, é petista de carteirinha. Vive-se um clima de PT x PMDB.

Onde começou..

Assim com outros estabelecimentos Brasil afora, o Posto da Torre, em Brasília, “pedra fundamental” da Operação Lav Jato, manteve o preço da gasolina em R$ 3,719.

Visionário

Homenageado na Festa Literária Internacional de Paraty (Flip), o escritor Lima Barreto resumiu outrora: “O Brasil não tem povo, tem público.” 

26 de julho de 2017

Arrocho do governo poupa comissionados e diárias

Poder, Política e Mercado

Arrocho do governo poupa comissionados e diárias

Em mais uma medida contraditória para tentar conter a crise econômica, o governo de Michel Temer vai incentivar a demissão voluntária de servidores, mas nem cogita cortar parte dos mais de 100 mil cargos e funções de confiança ocupados, em sua maioria, por apadrinhados políticos.  Além dos gastos com cartões corporativos, detalhados pela Coluna, as despesas com diárias também pesam nas contas públicas. Nos últimos 7 meses, foram gastos R$ 215 milhões de reais;  e em 2016, o montante de recursos pagos em diárias somou R$ 809 milhões.

Regras rígidas

As regras para uso dos cartões corporativos podem ficar mais rígidas. Um projeto que moraliza os gastos tramita no Senado há um ano e 4 meses.

Limite

Atualmente não há limites para saques, por exemplo, o que dá margem para gastos sem controle.

Suspeitas

O relator do projeto, Lasier Martins (PSD-RS), afirma no parecer que, “de fato, existem diversas suspeitas de mau uso desse instrumento de pagamento”.

Mortes no campo

No Dia do Agricultor Familiar, comemorado nesta terça, 25, entidades – como a CUT - lembraram a morte de 47 trabalhadores do campo nos últimos 7 meses.

Croqui

A uma semana da votação da denúncia por crime de corrupção passiva, o presidente Michel Temer intensifica a articulação por votos com uma nova arma. Já fez chegar a alguns líderes aliados o croqui da mini-reforma ministerial que deverá sair do papel no início de setembro. A estratégia tem dado certo, avalia o Planalto. Cerca de 30 deputados que antes se diziam “indecisos” ou “favoráveis” confirmaram aos líderes que votarão contra a denúncia. A conferir.

Esqueceram deles

A bancada do Rio de Janeiro ficou chateada por não ter sido convidada para participar da reunião na qual o presidente Michel Temer garantiu recursos para as Escolas de Samba.

Recado

O deputado federal Marco Antônio Cabral deu seu recado de descontentamento no grupo de WhatsApp da Liderança do PMDB.

Paraíso extrativista

Em resposta aos favorecimentos tributários concedidos às mineradoras, o Instituto de Estudos Socioeconômicos (Inesc) dispara, por meio de nota técnica, duras críticas aos favorecimentos tributários obtidos pelo setor em meio à crise fiscal e econômica brasileira. Nesta terça, 25, o presidente Michel Temer anunciou mudanças nas alíquotas de royalties para exploração mineral e a criação de uma agência nacional de mineração.

Ordem de inspeção

No texto, o INESC pontua que estudos técnicos “não faltam mostrando que o Brasil é um dos países que menos cobram royalties da mineração, entre os diversos países com mineração industrial relevante”. A entidade aponta ainda que “se não bastasse, a indústria mineradora promove graves violações socioambientais sem que isso tenha qualquer impacto na concessão de isenção fiscal às suas atividades”.

Rombo

A Instituição Fiscal Independente (IFI) do Senado prevê déficit da União em 2017 de R$ 144 bilhões - número acima do projetado pelo governo, de R$ 139 bilhões.

.Expectativa

A Universidade de Brasília sedia o XXIX Simpósio Nacional de História. Nesta quarta, será realizada a conferência “Editoras latino-americanas: circulação de ideias e ampliação do campo cultural”.

Ponto Final

“Prioridade de Temer é clara: usar o cargo para se salvar das denúncias. É presidente de si mesmo”.

Do deputado Alessandro Molon (Rede-RJ)