Portal O Dia

Carreira & Negocios

Blog sobre Carreira e Negocios

Redação Portal O Dia

Recursos Humanos: Tenha coragem de mudar

Leia a história de um profissional que buscou, por meio de suas próprias qualificações, novas oportunidades profissionais.

29/07/2009 08:29

Esta semana, visitei Andras Dobroy - um dos ícones do mercado de “hunting” (recrutamento e seleção)do país, que se tornou um grande e estimado amigo. Em um certo momento da conversa, ao lembrar de sua trajetória profissional - que inclui passagens pela Ford, Chrysler e Spencer Stuart; inclusive fora do Brasil -, fiquei surpreso com a reviravolta que ele deu na carreira quando tinha apenas 40 anos.

Abandonava a longa estrada de sucesso na vida corporativa para saltar em voo solo. Uma atitude corajosa para quem nasceu em uma geração que vestia a camisa da empresa. Não só invejável foi sua determinação como seu perfil visionário pode ser digno de aplausos. Logo que entrou na Spencer Stuart, Andras vislumbrou a possibilidade de ser dono do próprio nariz. “Minha limitada, mas aguçada percepção de futuro me fez enxergar os passos que daria lá na frente”, me revelou.

Daquele dia em diante, começou a pensar que a vida corporativa não seria eterna ali - isso lá pelos 35, 37 anos. Visão perspicaz de quem entendeu que há fases em que é preciso mudar; seja mudar de área, de cargo, de posição, de emprego. Não podemos ignorar que o tempo é o senhor da razão, se soubermos olhar o tempo como um importante aliado para repensar nossas ações e decisões.

Não esqueça que você é o timoneiro do barco, de sua carreira. Não deixe o vento te levar para qualquer porto. Tenho outra amiga que enfrenta neste momento uma etapa crucial em sua vida profissional. Aos 38 anos, vive um grande dilema porque sabe que precisa dar uma guinada, mas não sabe que rumo tomar. Ela sofre, chora, tem crises de depressão.

De fato, transições nunca são fáceis. É preciso ter coragem e ousadia para mudar. Mudar sempre gera medo e, certamente, representa uma das tarefas mais difíceis. Saber que caminho perseguir é um enorme desafio. Mas o mais importante é não cometer o erro de tentar ignorar a hora de mudar. O encontro com Andras só reforçou minha percepção de que o profissional tem prazo de validade.

Quem chegou aos 40 e ainda não ocupa um cargo de liderança, provavelmente, ficará estagnado, com poucas chances de dar um salto. As empresas continuam querendo sangue novo e não tem jeito, se você está á beira dos 40 é preciso reavaliar a carreira e saber quando terá que se reinventar. O importante é identificar o momento certo de mudar e ter coragem para conduzir seu próprio barco.

Os “headhunters” americanos usam a expressão “repot”, literalmente transplantar o arbusto de um vaso para outro para dar nova vitalidade, para caracterizar o momento de reavaliar o progresso profissional e, eventualmente, trocar de empresa.

Assim é nossa vida profissional e corporativa. Há momentos em que precisamos mudar de ares, mudar de empresa, mudar de profissão, mudar de país. Como o arbusto, a mudança de vaso tem que ser acompanhada de terra nova e adubada para revitalizar.

Não estaria na hora de você reavaliar a sua carreira e dar um impulso revigorante?
VISITE NOSSO SITE: www.andreloiola.com
Fonte: estudos aplicados de Julio Sergio Cardozo
Edição: Portal O Dia
Repórter: Portal O Dia

Deixe um comentário

Tópicos

Veja também

há 11/09/2010
Os modelos mentais e seus prejuízos...
há 08/07/2010
Marketing: Email marketing em ano de Copa do Mundo. Quem cuida do relacionamento digital, tem grandes chances de garantir um maior volume de vendas nessa época.
há 07/06/2010
Recursos Humanos: A arte de delegar. Consultor fala sobre a necessidade do líder delegar tarefas para que o outro aprenda, cresça e assuma novas responsabilidades.